segunda-feira, janeiro 30, 2012

Estranho, muito estranho!

A Ponte Salazar,  Ponte 25 de Abril ou Ponte sobre o Tejo recorda algo de estranho, de cada vez mais estranho.  Foi construída dentro do prazo e do orçamento. Ou, melhor dizendo, não custou três vezes mais do que o previsto e não demorou o dobro do tempo. Com a sua construção ninguém enriqueceu, nem subitamente foram constituídos depósitos nas Bahamas. Quando saiu do Governo, o ministro das Obras Públicas da altura  não foi para presidente do Conselho de Administração da empresa que construiu a ponte.

2 comentários:

Bárbara Igor-ovalle disse...

jajaja que bom post, está de parabéns!

No Chile o Ministro já teria a vida de até 4 gerações mais asegurada.

RAMIRO LOPES ANDRADE disse...

CARO ALTO HAMA

MAS ISSO FOI NO TEMPO DA OUTRA SENHORA .................
O TAL QUE ERA FACISTA E LADRAO.
AGORA ESTAMOS EM DEMOCRACIA ( QUE SIGNIFICA A ARTE DE ROUBAR O OTÁRIO DO CONTRIBUINTE ).
TEMOS AQUILO QUE MERECEMOS.
TEMOS :

- FUTEBOL
- FADO
- FÁTIMA
- NOVELAS IMBECIS TIPO MORANGO COM MERDA

O ZE POVINHO ADORA VIVER NA MERDA, ISTO AQUYI EM PORTUGAL NÃO TEM MAIS JEITO NENHUM !!!!!!

UM ABRAÇO.

RAMIRO LOPES ANDRADE

ramirolopesandrade.blogspot.com