quarta-feira, novembro 04, 2009

“Fernando Mendes morreu ontem no Porto”

Por, obviamente legais, critérios editoriais (falta de espaço? ordens da Direcção? ordens da Administração?) o texto aqui reproduzido, e que foi hoje publicado no Jornal de Notícias, esquece-se de dizer que o Fernando Mendes foi um dos 119 trabalhadores despedidos colectivamente, no início deste ano, pelo grupo proprietário do JN.

1 comentário:

Fada do bosque disse...

Impressionante um esquecimento desses!
Só neste País.