segunda-feira, dezembro 14, 2009

Actuar de forma isenta e imparcial é meio caminho andado para ir para o olho da rua

"Tenho sentido que olha para a lei com a isenção e imparcialidade de um juiz que a tem de aplicar. Contudo, é advogado do IEFP. É certo que o IEFP prossegue o interesse público, mas [você] prossegue outro objectivo, a saber: empregar os seus conhecimentos a favor do IEFP, numa óbvia perspectiva de parcialidade e de pouca isenção em abono do seu cliente. Tudo o que fizer ao contrário deste princípio prejudica a sua carreira".

Ver:

1 comentário:

Fada do bosque disse...

É esta a vergonha de País que temos!
Trouxe aqui o meu irmão, para dar uma vista de olhos nos seus temas... até ficou azul! Coitado anda a Leste! :)
O problema é esse, as maiorias andam a Leste!...