sexta-feira, dezembro 11, 2009

A razão pela qual o Joãozinho não é do MPLA

Depois de saber que, apesar de estar no poder desde 1975, o MPLA continua a passar atestados de menoridade aos angolanos. Depois de saber que, apesar de ser presidente da República há 30 anos, José Eduardo dos Santos continua a gozar com angolanos, não resisto a (re)contar a história do Joãozinho, um dos meus meninos do Huambo.

Uma professora do MPLA do ensino primário explicava aos alunos o que era ser do MPLA.


Pediu que levantassem a mão todos aqueles que fossem simpatizantes do partido. Todos os alunos, por temerem represálias, levantaram a mão, excepto um menino que estava sentado no fundo da sala.

A professora olhou para o menino com surpresa e perguntou-lhe:

- Joãozinho, por que não levantaste a mão?

- Por que não sou do MPLA, respondeu o puto.

A professora perguntou de novo:

- Se não és do MPLA, então com quem é que simpatizas?

- Com a UNITA, respondeu com orgulho o Joãozinho.

A professora cujos ouvidos fanáticos não podiam dar crédito a algo assim, exclamou:

- Joãozinho, diz-me: porque és simpatizante da UNITA?

O menino muito tranquilo respondeu:

- A minha mãe é da UNITA, o meu pai é da UNITA, o meu irmão é da UNITA, por isso eu também sou da UNITA!

- Bem, replicou a professora - mas isso não é um bom motivo.

Tu não tens que ser da UNITA como os teus pais. Por exemplo, se a tua mãe fosse mentirosa, o teu irmão um ladrão e o teu pai um corrupto, o que é que tu serias? Perguntou a professora.

- Nesse caso, respondeu o Joãozinho, aí eu seria do MPLA!

3 comentários:

Fada do bosque disse...

Essa está muito bem contada! :))

Parabéns Orlando!
E não deixa de ser, uma triste verdade...

Anónimo disse...

Andava mesmo a precisar de me rir com vontade!
Kdd
ELAN

Anónimo disse...

Admirei-te sempre, sobretudo, da tua liberdade interior e política. Daí se compreende as tuas posições de verdade diante da problemática cabindense. Obrigado. Continue a consolar-nos no meio de tanta imoralidade política. NON POSSUMOS!

Casimiro Mabiala, filho cabinda