terça-feira, março 31, 2009

E se os supostos craques aprendessem
alguma coisa com o jornal Metronews?

O jornal online Metronews, liderado por um jovem de Oliveira de Azeméis (Portugal) com paralisia cerebral, assinala esta quarta-feira o seu primeiro aniversário, apresentando-se com um novo grafismo.

O Metronews – http://www.metronews.com.pt/ - actua nos municípios da Grande Área Metropolitana do Porto e assume-se como um projecto “alternativo e influente, fora da esfera política e das directivas partidárias”.

Tiago Sousa, 18 anos, com paralisia cerebral desde a nascença, disse à agência Lusa que o Metronews foi criado “quase por brincadeira” e hoje “é já uma realidade no âmbito dos jornais online”.

“Confesso que não estávamos à espera da significativa audiência que já conseguimos, mas estamos cientes de que ainda existe um longo caminho a percorrer”, afirmou Tiago Sousa.

A reformulação gráfica, a lançar a partir de quarta-feira, visa facilitar a leitura dos conteúdos e, por outro lado, tornar “mais dinâmico” o processo informativo, onde não se exclui a utilização do vídeo.

“Sabemos que o futuro passa também pela diversidade de conteúdos e o vídeo é hoje em dia uma forte componente para o sucesso deste tipo de plataformas”, disse.

Tiago Sousa, que reside na vila do Pinheiro da Bemposta, é actualmente aluno do curso profissional “Técnico de Multimédia” na Escola Secundária Soares Basto, em Oliveira de Azeméis.

“Neste curso tenho aprendido muito sobre uma área de que sempre gostei. A formação deve fazer parte das nossas vidas para podermos evoluir e ser melhores profissionais”, referiu.

O curso que frequenta é “mais uma ferramenta” que ajuda no funcionamento do Metronews, um jornal que conta com a colaboração de “três amigos” que gostam de jornalismo e o incentivam a continuar.

“Sei que terei, mais cedo ou mais tarde, de constituir uma equipa de 2/3 jornalistas para que o serviço seja de melhor qualidade. Mas, enquanto a sustentabilidade não aparece vou tentando fazer o melhor”, sublinhou Tiago Sousa.

A actualização do Metronews tem sido feita nos intervalos das aulas e ao fim do dia, “um processo cansativo e motivante ao mesmo tempo”.

“Fico feliz quando vejo as visitas a aumentar. É sinal que gostam do trabalho”, concluiu.

Força Tiago Sousa. Força companheiro e camarada. Só é derrotado quem deixa de lutar. É bom ver-te sempre na linha da frente.

1 comentário:

Mente Despenteada disse...

Sou leitora assídua do site Metronews e não imaginava quem está por detrás deste projecto, nem de que forma ele é construído. Parabéns ao Tiago Sousa! É sem dúvida um sinal de que as limitações, quando existem, estão mais na cabeça das pessoas do que nas suas reais capacidades.

Beijocas para o Tiago e para ti, camarada Orlando!