quinta-feira, outubro 01, 2009

O (criminoso) silêncio dos (poucos) bons

Já lá vai o tempo em que os Jornalistas tinham orgulho em sujar os sapatos, a roupa e as mãos, tal como tinham orgulho em manter a consciência sempre limpa. Hoje, os Jornalistas vestem fatos impecáveis que estão sempre limpinhos. Nunca se sujam. Já a consciência... é o que se vê.

1 comentário:

Fada do bosque disse...

É como tudo! tá-se bem, tá-se, tá-se!!