sábado, outubro 31, 2009

Operação “face visível” na Câmara do Porto

Um funcionário, engenheiro ao serviço da Câmra Municipal do Porto (Portugal), terá pedido 400 mil euros a uma empresa em troca de benefícios num concurso para manutenção e instalação de semáforos. Foi detido pela PJ.

Segundo fonte da PJ, e de acordo com o Jornal de Notícias, o detido, apanhado em flagrante delito, era o chefe da divisão de intervenção na via pública e pretendia beneficiar uma empresa de electrónica num concurso público para a manutenção e instalação de semáforos, num total de 1,9 milhões de euros.


A mesma fonte explicou que foram obtidas "provas inequívocas de que estava a ser praticado um acto de corrupção e que o arguido se preparava para praticar mais a troco de dinheiro, num montante global de 400 mil euros".

A denúncia foi feita pelo presidente da autarquia, Rui Rio, que hoje disse à agência Lusa que foi "feita no dia seguinte às eleições autárquicas".

"Desde o primeiro dia que entrei na câmara qualquer situação idêntica que eu tenha conhecimento terá um tratamento igual, será denunciado às autoridades", afirmou Rui Rio, acrescentando que será aberto um processo disciplinar ao funcionário.

Gostei de saber. Não foi preciso nenhuma operação “face oculta”. O problema, creio eu, é que este procedimento de Rui Rio é uma excepção no contexto nacional onde, como se vê todos os dias, ninguém denuncia ninguém, antes pelo contrário. Todos se (en)cobrem, todos têm (con)fiança em todos e vão cantando e rindo no convés do navio, mesmo quando ele se afunda a olhos vistos.

1 comentário:

Fada do bosque disse...

Pois é! eu que mal conhecia o Rui Rio, tenho de reconhecer que as minhas dúvidas eram bastantes... falta de conhecimento. Mas se diz que o homem se comporta assim, só lhe posso dizer ainda bem, que no meio de tantos parasitas, haja alguém que comece por lhes dar luta!
A face visível seria mesmo aconselhável, porque face oculta já tem o País quase todo. As carraças são tantas, que a face desapareceu por baixo delas. Imagine de quem é o sangue que elas sugam!