quarta-feira, agosto 26, 2009

E viva a incompetência em Ramalde

«Muitos dos jardins do Bairro da Previdência, em Ramalde, no Porto, foram cobertos de saibro... por engano. Afinal, a intervenção de requalificação do exterior do empreendimento só prevê o saibro - prensado - em caminhos pedonais.

O manto de saibro que, há poucas semanas, começou a cobrir as zonas verdes do bairro surpreendeu os moradores. Muita gente continua sem saber, afinal, o que se pretende fazer.

"Não pode ter-se uma janela aberta por causa da poeira. E quando vier a chuva vai ser uma lama desgraçada", apontou Eulália Fernandes, que tem alguns montes de saibro mesmo em frente a casa. "Quando chover, isto vai tudo para o saneamento", acrescentou António Alberto.

Nas ruas interiores do bairro, os automóveis dos moradores ostentam uma camada de pó considerável. E há árvores cujas raízes e parte inferior do tronco ficaram sob o saibro. "Como é que vão conseguir a água para sobreviver?", questionam moradores.

Manuel Maio, presidente da Junta de Ramalde, desdramatiza a situação. E garante que tudo já foi explicado a um grupo de residentes numa reunião, que realizou na passada sexta-feira.

"Houve um lapso da empresa que é responsável pela manutenção dos espaços verdes. Foi colocado saibro a mais", esclareceu, ao JN, o autarca. "Nos jardins, o saibro será retirado ou, então, será colocada terra por cima", acrescentou Manuel Maio, assegurando que as actuais zonas verdes continuarão a ser verdes.

A intervenção insere-se no projecto de requalificação dos espaços exteriores do bairro, que contempla zonas de estacionamento com piso em paralelo e asfalto, zonas verdes com relva e arbustos e passagens pedonais em saibro prensado. Também está previsto o reforço da iluminação pública. A Junta de Ramalde sublinha que o arranjo exterior do bairro, agora concretizado, era uma aspiração antiga dos moradores.

Fernando Novais, morador, criticou o facto da intervenção ter sido iniciada sem ter sido dado qualquer esclarecimento à população, que continua sem conhecer os contornos da operação.

Há vários anos que os moradores do Bairro da Previdência reclamam a requalificação dos espaços exteriores. E chegaram mesmo a entregar na Junta de Freguesia, há alguns anos, um projecto elaborado por um residente para a renovação das zonas para aparcamento, sublinhou Santos Sousa, que também habita no Bairro da Previdência. Aliás, a questão do estacionamento é uma das principais controvérsias. Os moradores temem que as alterações impostas reduzam substancialmente os lugares disponíveis.

Contactada pelo JN, a Câmara do Porto, através do Gabinete de Comunicação, referiu que a discórdia centrava-se no piso dos lugares de estacionamento e que, como os moradores não queriam saibro, vai ser colocado um piso em cubos de granito.

Moradores já foram obrigados a fazer vigilância na urbanização

Moradores do Bairro da Previdência já chegaram a fazer vigilância à porta dos respectivos blocos, para garantir a segurança e dissuadir a presença de grupos ligados a actividades marginais. "Cheguei a estar aqui, com outras pessoas, até à uma da manhã. Eu estava com dois grandes cães", contou Eugénio Silva, sublinhando que a vigilância popular acabou por dar algum resultado.

Antes, contou ao JN, sucediam-se os roubos aos automóveis estacionados nas ruas interiores da urbanização, que inclui 25 blocos de habitação.

O Bairro da Previdência conta mais de meio século. Segundo explicaram os moradores, pertencia à Segurança Social, mas a maioria dos residentes já adquiriu a respectiva habitação. Até por isso, verifica-se que há preocupação com a manutenção dos blocos, evitando que a degradação tome conta das casas.

O reforço da iluminação pública, previsto na actual empreitada de requalificação dos espaços exteriores, contribuirá para o aumento do sentimento de segurança dos moradores. "Ainda temos os postes da altura da inauguração do bairro", apontaram, ao JN, alguns dos residentes. »

Nota: O título original é: «Encheram o bairro de saibro por engano»

1 comentário:

Fada do bosque disse...

E o Porto, como o resto do País, continua para bingo!!!