domingo, agosto 16, 2009

Ramalde. Porto. Portugal. Século XXI

«Conhecido por "Bairro Mesquita", situado na Travessa do Arouca próximo da Estação de Francos do Metro do Porto, é um conjunto de habitações, que são autênticos tugúrios, onde vivem oito famílias com a companhia de ratos, cobras, lagartos e esgotos a céu aberto.

Isto acontece na cidade do Porto, freguesia de Ramalde, em pleno séc. XXI.

É inacreditável que aqui vivam pessoas, e as rendas chegam a atingir os 200 euros/mês. Mas há outras famílias a pagar também mensalmente cento e muitos euros.

Os poderes autárquicos andam a prometer há muito tempo que resolvem esta grande indignidade. Mas a verdade é que os anos vão passando e a situação vai-se mantendo dolorosamente para estas pessoas que são gente boa e não merecem que assim sejam tratadas.

O senhorio assobia para o lado, recebe as rendas, intimida os inquilinos e ninguém, a começar pela Câmara Municipal do Porto, toma medidas para acabar com tão enorme afronta social.

Indecente, profundamente lamentável.»

In:

1 comentário:

Fada do bosque disse...

Mas a Câmara Municipal do Porto ainda existe?! Nunca mais ouvi falar dela... até me disseram que o Centro histórico estava a ruir, e tudo...
Só ouço falar dum paspalho, que faz asneira em cima de asneira, daquelas "barbudas" e que o seu imperativo diário, é que o Porto desapareça! Até me disseram também, que para disfarçar um pouco, contratou um arquitecto de renome que subreptìciamente, cortou todas as árvores e tornou os ALIADOS num horror para os sentidos. Vai lá ele, preocupar-se com os pobres! Tá bem abelha!

Era o tal "tranqueiro", de cima pra baixo!