sexta-feira, setembro 18, 2009

Desemprego pode pôr (se calhar ainda
bem) o sistema democrático em risco!

O director-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, avisou hoje que a persistência do desemprego, apesar dos indícios de recuperação económica, vai provocar insatisfação social e até constituir "um risco" para algumas democracias.

Se calhar até seria bom para Portugal. Não? Estou certamente a exagerar, desde logo porque entre Agosto de 2008 e igual mês deste ano os centros de emprego portugueses registaram, em média, um novo desempregado a cada quatro minutos. Nada, portanto, que faça temer o pior...

"Os problemas acontecem quando os governos dizem à opinião que as coisas estão a melhorar enquanto as pessoas perdem os seus empregos", comentou Dominique Strauss-Kahn em entrevista à revista interna do FMI.

"Para alguém que vai perder o seu emprego em Outubro, a crise não acabou. E isso constitui um alto risco", prosseguiu o director-geral do FMI.

"Isso também pode, em alguns países, tornar-se um risco para a democracia. Não é fácil administrar esta transição, e ela não será simples para as milhões de pessoas que ainda estarão desempregadas no próximo ano", afirmou o dirigente do FMI.


Em Portugal é provável que em vez de um novo desempregado a cada quatro minutos se consiga, fazendo fé nas promesses do actual governo, um desempregado a cada... três minutos.

O FMI já avisou que a situação do emprego vai continuar a degradar-se no mundo, apesar da regresso, embora tímido, do crescimento.

"Nossa previsão é que a recuperação mundial se dê no primeiro semestre de 2010. Levando em conta os bons números que foram publicados nos últimos meses, esta recuperação pode até acontecer um pouco antes", observou Strauss-Kahn.

"No entanto, a economia mundial somente se restabelecerá quando o desemprego cair", disse o responsável do FMI. E se assim é, bem que os portugueses estão literalmente lixados.

2 comentários:

Fada do bosque disse...

E a ver pelas sondagens, a maioria parece que gosta! Ou então são aqueles, que ainda têm a barriga cheia!

Fada do bosque disse...

Isto demonstra e também pelas sondagens, que a maioria dos portuguses, gosta destas vergonhas e de ser comido. Siga pra bingo com a nojeira do bloco central...
E porquê?! porque têm manuais "gordos" das suas propostas de governação... nem se lembram que sempre foi mentira, quase tudo o que lá prometeram e prometem.
É mais seguro, continuar nesta vergonha. Espero que quem neles vote, venha a sofrer as consequências, como nós os desprotegidos, já estamos a sofrer.
Vergonha Nacional!