sábado, setembro 05, 2009

Luanda abre os cordões para ajudar Harare
(que se lixem os angolanos que passam fome)

O director para África e Médio Oriente do Ministério das Relações Exteriores de Angola, Nelson Cosme, afirmou hoje que Luanda vai apoiar a recuperação económica do Zimbabwe com 50 milhões de dólares norte-americanos.

É assim mesmo. Quem pode pode. E Angola está no topo dos mais poderosos, mesmo que grande parte desse poder se deva ao petróleo que vai sacando de um território que não é seu e que está militarmente ocupado, Cabinda.

Para o caso pouco importa, mas também é verdade que vai ajudar os subditos do ditador Robert Mugabe enquanto que, em Angola, há muita gente (muita mesmo) a ser gerada com fome, a nascer com fome e a morrer pouco depois com... fome.

Em declarações à imprensa, à margem da reunião do Conselho de Ministros da SADC que decorre em Kinshasa, Nelson Cosme disse, no entanto, que estão a ser estudadas as modalidades de financiamento desse valor.

“O encontro está a analisar o programa de ajuda dos estados membros ao Zimbabwe e Angola prevê uma ajuda substancial de 50 milhões de dólares, cujas modalidades estão a ser discutidas”, confirmou sem, contudo, dizer quem vai supervisionar, auditar, ou acompanhar esse financiamento.

Eu disse supervisionar, auditar, ou acompanhar? Desculpem lá. Às vezes sou tentado em confundir o desejo com a realidade, a confundir um Estado de Direito com Angola.

Ainda em relação ao Zimbabwe, Nelsom Cosme reafirmou a posição da SADC de apelar à comunidade internacional ao levantamento das sanções contra aquele país da região austral do continente africano.

Fazem muito bem em apelar. Certamente vão conseguir resultados desse apelo. Por um lado é sempre possível pedir aos pobres dos países ricos para dar aos ricos dos países pobres, por outro as ajudas servem sempre para aliviar a má consciência dos donos do poder.

2 comentários:

Fada do bosque disse...

QUE É ISSO?!?!
Eu ainda só li o título e já estou meia banzada! Credo!!
Era limpar o sebo a esses anormais!
E então a ajuda aos angolanos?!
Agora vou ler o resto...

Fada do bosque disse...

... acabei de ler e só me apetece chorar...
Tristeza de mundo...