sábado, setembro 26, 2009

Reflictamos a bem (desta) nação... (III)

Votar é preciso, apesar da grande desilusão que abalroa a sociedade portuguesa... não socialista. Sendo impossível mudar de povo, é viável começar a dar sinal (pelo menos isso) aos donos do poder que se pode mudar de políticos.

2 comentários:

ELCAlmeida disse...

Dá-me uma razão muito válida para colocar uma cruz no quadrado.
Se não voto em Sócrates muito menos falo-ia na Manela porque para mandar opositores para o limbo já basta no meu país de origem.
Em outros o meu voto seria e será sempre mais um porque o actual inquilino de Belém nunca teria coragem que chamar a PM alguem que não fosse do partido mais votado por muito incapaz que este (seu líder) fosse.
Por outro lado um não voto - ou seja uma abstenção - impede que seja mais penalizado como contribuinte porque um não voto não cai nos bolsos dos partidos e assim não se enchem à minha pala!
Já basta o que sou obrigado a contribuir como profissional e ser vivo!
Abraços
EA

Fada do bosque disse...

Essa foi na mouche!!!
Como sempre Orlando...
Tamos nessa! :)) eheheheheheheh