quinta-feira, julho 29, 2010

O (quase) fim do Alto Hama

Embora, por defeito de fabrico, continue a pensar que só é derrotado quem deixa de lutar, devo reconhecer que para lutar é preciso estar vivo. Não tenho conseguido dobrar as esquinas da vida por não querer entrar na vida pelas esquinas. Não tenho conseguido aprender a viver sem comer.

Além disso, ao que parece, o meu silêncio poderá ajudar a pôr comida no prato. Estou a ser derrotado pela barriga. Vou deixar de andar pelos espaços de liberdade por onde tenho caminhado.

Nos últimos tempos tenho tentado de tudo para que, sem perder o respeito por quem me lê, as coisas sejam diferentes. No entanto, reconheço, a razão da força está a derrotar – eventualmente para sempre – a força da razão.

Assim, é suspensa a minha actividade no Alto Hama (blogue e coluna que assino no Notícias Lusófonas).

Muito obrigado a todos.

18 comentários:

Anónimo disse...

Vou sentir a falta dos seus escritos.
Um abraço e até um dia de qualquer esquina.
Amílcar Dias

Madeira disse...

Admiro-te bué.
Conhecer-te Foi uma daquelas coisas raras que já me aconteceram na vida quando eu menos esperava.

Sabes Orlando, cego, não 'e aquele que não vê, mas aquele que vendo, se recusa a ver.

Terei sido clara? Nem sei...

Suzete Madeira

César Ramos disse...

Orlando,

A desaparecida [no meu blog] Página Um, deixou-me a pensar!

Agora... que tenho andado um pouco desnorteado e pouco atento, devido ao falecimento de minha mãe, fiquei estupefacto com o teor do seu post.

Não precisa, nem preciso, de palavras bem colocadas p/expressar a minha revolta sobre o que se passa!

Deixo-lhe aqui um até sempre, com um saudoso abraço pela sua escrita e pensamento primorosos.

Faça-me o favor de escrever para o m/email:

cesar.st.ramos@gmail.com

Como os outros dizem, o Sol um dia brilhará para todos nós! Se ainda houver sol (...)

Um abraço do
César Ramos

Anónimo disse...

Orlando Castro
Não nos abandone, com os seus escritos.
Se possível escreva e envie para
brandaocarlos@netcabo.pt

Vamos lutar todos

um abraço

carlos brandão

Calcinhas de Luanda disse...

Não sei o que dizer!
É um vazio que fica!

Euclides disse...

o Alto Hama fez me ter gosto pela leitura...sempre que chegava de trabalho mesmo esausto vinha ver o que o alto do hama tem de novo...
Vou sentir muita falta dos comentarios do senhor Orlando sobre as noticias lusofonas principalmente da Guine-Bissau que eh o meu pais...

Um abraco Orlando..! e Muita Saude

Camilo disse...

Ó Orlando, estás a brincar ou quê?!!!

Anónimo disse...

Vou sentir muito a sua falta. Sei que a liberdade que pomos nas coisas que fazemos ... pode fazer perigar a nossa vida ... Sei muito bem do que estou a falar. Espero que O Orlando encontre o que sonha.
Mas estou certo que a vida de jornalista é muito difícil ... mesmo em portugal.

Um abraço do p. alves

Anónimo disse...

Há jornalistas que sobrevivem muito bem em Portugal.Basta olhasr para a nossa televisão e para muitos dos seus papagaios! ... Pena é que muito tenham de pagar um preço elevado pela liberdade que respiram.
p.alves

Anónimo disse...

não sei bem o que dizer mas não podia deixar de dizer algo.
Então pensando no que falar dei por mim pensando nas inumeras refeições cerebrais com que nutriste meus neurónios fazendo de mim uma pessoa de "força da razão" resta-me apenas agradecer-te e esperar que um dia -como será de certeza- consiga passar a outros pelo menos 1/3 deste pensamento critico mas construtivo que em mim despertaste.
Obrigado!
Espero qualquer sinal teu em martyportal@hotmail.com

João Carvalho Fernandes disse...

Espero que regresse em breve!

Um grande abraço!

Anónimo disse...

Orlando,
Mais uma batalha que os democratas angolanos perdem com a sua "forçada desistência" em denunciar o que se pretende "esconder" da vergonhosa politica de Portugal em Africa e vice-versa , mormente com Angola.
Vc , tal como a maioria dos angolanos "conscientes" estão inconformados com o caminho hipócrita e maquiavélico percorrido "mano a mano" entre um Portugal, sem valores/exemplos e as suas Ex- Colónias, que à excepção de Cabo Verde, mantêm regimes , ainda hoje marxizantes com capa de "democracias" avalizadas por Portugal.
Repense no seu contributo à causa da VERDADE..sem que tal obstrua o seu pão de cada dia. Obrigado pelos olhos que entretanto abriu.... Estamos Juntos !!!

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

É a segunda vez que me deparo com semelhante má notícia de stand-by. Triste, porque acho que se cala mais um valente contributo para a diversidade de abordagens. De qualquer modo, e isso é humano, sempre gostaríamos de ser um pouco mais do que conseguimos. Um abraço
patissagociante@yahoo.com

Anónimo disse...

Castro não é assim.Não o conheço assim.
O patrão

Carla Teixeira disse...

:(

ELCAlmeida disse...

Deixa-te de tangas e toca a dar uso aos dedos porque o cérebro está sempre activo
Kdd
EA

Anónimo disse...

Tenho muita admiração por ti por isso, aguardo pelo seu regresso.

Nino

bicho disse...

Porquê o quase fim?
Pensa de alguma forma voltar?
Tenho este espaço nos meus favoritos e não o vou retirar do meu blog. Espero que regresse em breve!
Até...