quinta-feira, junho 03, 2010

Do Acordo de Alvor a Almeida Santos,
quase passando pelo Campo Pequeno

A morte do “almirante vermelho”, Rosa Coutinho, faz-me recordar um outro dos seus execráveis parceiros, este ainda vivo, de seu nome António Almeida Santos e também aquela vergonhosa coisa a que deram o nome de Acordo de Alvor.

O Acordo de Alvor, que permitiu a (in)dependência de Angola e a anexação por esta de Cabinda, representa – segundo disse o próprio Almeida Santos, um dos signatários - apenas "um pedaço de papel" que "não valeu nada".

Este político socialista, presidente do PS e flutuador nato da política portuguesa, que defende ideais de Esquerda mas prefere viver à Direita, tem razão.

Almeida Santos, tal como a restante equipa portuguesa, sabia à partida que o Acordo de Alvor só valeria se o MPLA não ficasse no Poder. Como ficou...

O dirigente socialista, que a 15 de Janeiro de 1975 era ministro da Coordenação Interterritorial e integrava a delegação portuguesa que assinou com os líderes dos três movimentos de libertação de Angola o Acordo de Alvor, no Algarve, referiu que, assim que viu o documento, soube que "aquilo não resultaria".

Nem a idade faz Almeida Santos falar verdade. Aliás, a nível de dirigentes socialistas, como hoje se vê pelo exemplo de José Sócrates, contam-se pelos dedos de uma mão amputada os que falam verdade.

“Aquilo não resultaria”, como não resultou, porque Portugal viciou as regras do jogo no sentido de dar o Poder a uma das partes, o MPLA, sem esquecer que era necessário correr à força com os portugueses de Angola e depois, como defendia Vasco Gonçalves e Rosa Coutinho, entre outros, metê-los no Campo Pequeno já que – dizia Mário Soares – eram um fardo pesado.

Se o valor do Povo português se medisse pelo nível dos políticos portugueses que assinaram o Acordo de Alvor, não há dúvidas de que Portugal há muito era uma província espanhola (a Ibéria tão desejada por José Saramago).

"Do Acordo de Alvor sou apenas um escriba, não sou mais do que isso", diz Almeida Santos (que foi Ministro da Coordenação Territorial em quatro governos provisórios, ministro da Comunicação Social, da Justiça, ministro de Estado, candidato a primeiro-ministro, presidente da Assembleia da República), mentindo mais uma vez ao dizer que Portugal não teve outra alternativa, senão assinar por baixo.

Para mim, Almeida Santos é mais um dos muitos políticos que traiu, na circunstância, muitos portugueses e muitos angolanos, desonrando a Pátria que dele fez um alto dirigente, sem saber bem como.

Mas de uma coisa Almeida Santos, tal como agora Rosa Coutinho, pode estar certo: - nunca será amaldiçoado pelos portugueses e pelos angolanos que amam Angola.

Todos eles detestam estar em longas filas.

2 comentários:

Jesus disse...

SOU UM MEMBRO DA JUVENTUDE REVOLUCIONARIA UNIFICADORA DE CABINDA
O QUE ME LEVA COMENTAR SOBRE ESSE CASO,E PORQUE ENCOTREI UMA CARTA ESTRATEGICA DE ROSA COUTINHO A AGUSTINHO NETO DE 1974,LAMENTEI.
SE O MUNDO ACTUAL PRIMA PELOS DIREITOS HUMANOS!PORQUE E QUE OS INTEGRANTES DESTES ACORDOS NAO RESALVAM OS ERROS FALANDO AS VERDADES.EXISTEM HOMENS QUE FIZERAM PARTE DE ALVORES QUE COM A MODERNIZACAO DAS POLICAS PODERIAM OU SEJA DEVEM FALAR E CONTAR A VERDADE AO MUNDO PARA ACABAR COM OS MASSACRES E MORTES NO ENCLAVE DE CABINDA.O POVO ESTA A SOFRER MUITO.
PELO QUE EU VENHO LENDO E PESQUISANDO NA INTERNET E PELOS PAISES POR PASSEI,CABINDA ESTAVA NA 39ª POSICAO NA LISTA DOS TERRITORIO OCUPADOS PELOS PORTUGUES A SEREM
INDEPENDENTES.
CABINDA NUNCA PERTENCEU O REINO DO NGOLA MAS SIM DO CONGO.
ACHO QUE NESSES ACORDOS TINHAM QUE ESTAR PRESENTES AS AUTORIDADES CABINDIANAS E TINHAM QUE SER ELES A ASSINAREM COMO PARTE INTEGRANTE DESTE ACORDOS E NAO NA AUSENCA DOS CABINDAS...ISTO E COBARDIA E ALGO MAIS...
OS SENHORES MARIO SOARES,ALMEIDA SONTOS ENTRE OUTROS AINDA EM VIDA ,TINHAM QUE TOMAR ALGUMA ACTITUDE NESTE MOMENTO QUE O POVO DE CABINDA NAO TEM LIBERDADE E NAO OMITIREM-SE

Jesus disse...

porque e que enquanto estas em vida nao intervem neste caso sendo parte integrante destes acordos.
acho que deves mostrar ao mundo tudo o que sabes sobre caso cabinda e a manilacao que ouve nos acordos de alvor,porque muita gente esta a sofrer .contem a verdade ao mundo e salvarao vidas e Deus a de vos abencoar