sexta-feira, abril 25, 2008

Bush até diz que José Eduardo dos Santos
pode ser a solução para o reino de Mugabe

Os Estados Unidos da América acreditam que o Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, pode jogar "um papel muito importante" na resolução da actual crise eleitoral no Zimbabué. Se calhar até é verdade.

E como os EUA acreditam em tudo, se calhar também acreditam que pela tradição democrática de Angola, ou pela reconhecido Estado de Direito que o país é… conseguirá resolver fora o que não consegue em casa.

A sub-secretária de Estado norte-americana para os Assuntos Africanos, Jendayi Frazer, que hoje esteve reunida em Luanda com José Eduardo dos Santos, afirmou que tal convicção resulta da experiência do Chefe de Estado angolano e ainda de Angola presidir à Comissão de Paz e Segurança da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Experiência do Chefe de Estado angolano em quê? Na democracia que não sabe o que é ou na ditadura que domina como ninguém?

"Nós achamos que o Presidente Dos Santos poderá jogar um papel muito preponderante na situação do Zimbabué. Primeiro porque ele é o presidente do órgão de cooperação política e defesa e segurança da SADC e também, por outro lado, tendo em conta a experiência que ele carrega, até porque Angola, em 1992, realizou eleições, uma das partes não aceitou os resultados e isso levou o país mais uma vez à guerra, sem querer respeitar a voz do povo", afirmou Frazer após o encontro.

Política de defesa e segurança da SADC? Ou seja… zero. Se ainda dissesse que a SADC só vale porque é nos países que a integram que estão a maioria dos recursos minerais, as maiores reservas de água potável e o país mais desenvolvido do continente negro, a África do Sul...

1 comentário:

mafegos disse...

É claro que o Zedu é o único que pode deitar a mão ao camarada Mugabe,já que o próximo a ser derrotado nas urnas poderá ser ele mesmo ,em novembro.Como o mundo mudou,agora são os americanos a segurar o Zedu,será que ainda vamos ver o Putin a apoiar a Unita?